Ministério do Esporte Confirmada no Rio-2016, Seleção de basquete derrota Argentina e é campeã de torneio em Brasília
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Confirmada no Rio-2016, Seleção de basquete derrota Argentina e é campeã de torneio em Brasília

Foto: Gaspar Nobrega/InovafotoFoto: Gaspar Nobrega/Inovafoto

Até a madrugada deste domingo (09.08), ainda pairava sobre o basquete brasileiro a dúvida se o país sede dos Jogos Olímpicos de 2016 teria vaga assegurada para as Olimpíadas do Rio. Assim, as duas seleções, masculina e feminina, teriam que conquistar as vagas em quadra e os homens estavam focados em conseguir isso na Copa América, que terá início do fim de agosto, no México.

Mas quando os times masculinos do Brasil e da Argentina entraram na quadra do Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, nesta manhã, para disputar o último jogo do Super Desafio BRA de Basquete, torneio amistoso preparatório para a Copa América – que garante vagas para 2016 ao campeão e vice –, os brasileiros já haviam sido informados da boa notícia de que o lugar da equipe para os Jogos Olímpicos do ano que vem já estava assegurado.

Com isso, para eles, o placar final do duelo entre Brasil e Argentina ficou em segundo plano diante da importância da decisão da Federação Internacional de Basquete. Mesmo assim, o Brasil brigou muito contra os argentinos, como não poderia deixar de ser devido à grande rivalidade.

Os dois times fizeram um jogo marcado por muitos erros no ataque e equilíbrio entre as duas equipes. O placar chegou ao minuto final estampando 57 x 57 e, em dois lances livres de Rafael Luz, o Brasil passou à frente por 59 x 57 a 44s do final. Os argentinos chegaram à igualdade logo depois e, após o Brasil desperdiçar o ataque seguinte, o duelo terminou empatado em 59 x 59 e foi parar na prorrogação.

No tempo extra, o Brasil, empurrado pela torcida brasiliense, se impôs e triunfou por 67 x 61, garantindo, assim, o troféu do torneio amistoso. Benite, do Brasil, foi o cestinha, com 18 pontos. Pelo lado argentino, Luis Scola foi quem mais marcou, com 17 pontos.

A competição em Brasília fez parte da preparação do grupo para a Copa América, entre os dias 31 de agosto e 12 de setembro. Antes disso, o Brasil ainda participa do Torneio das 4 Nações, em Buenos Aires (15 e 16 de agosto), e da Copa Tuto Marchand, em San Juan (23 a 27).

Vaga no Rio-2016
Na madrugada deste domingo, após reunião realizada no Japão, a Fiba anunciou que as Seleções Brasileiras masculina e feminina estão garantidas nos Jogos Rio 2016. A decisão, contudo, está associada ao compromisso de a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) de quitar uma dívida contraída junto à entidade internacional da modalidade pela participação do Brasil na Copa do Mundo de 2014, conforme nota publicada no site da Federação Internacional.

“A CBB, apoiada por seus parceiros e pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), assumiu um firme compromisso de pagar a dívida existente. De acordo com os estatutos da Fiba, o Conselho Central detém o direito de garantir a classificação automática ao país anfitrião dos Jogos Olímpicos”, diz a nota.

Foto: Gaspar Nobrega/InovafotoFoto: Gaspar Nobrega/Inovafoto
CBB e Ministério comemoram
Para o presidente da CBB, Carlos Nunes, a decisão da Fiba assegura tranquilidade à preparação das Seleções para os Jogos Olímpicos do Rio. “Isso tira a pressão das equipes e termina com essa especulação em torno da participação do Brasil nas Olimpíadas”, declarou o dirigente.

“Nós, desde o início, com o apoio do Ministério do Esporte e do governo federal, tínhamos certeza de que teríamos a vaga. Mas quero ressaltar que só ter obtido a confirmação não bastava. Tínhamos de ter a certeza de que nossa preparação será adequada e com a assinatura do último convênio com o Ministério do Esporte, agora temos todas as condições de chegar ao Rio, em 2016, para brigar pelo pódio”, continuou Carlos Nunes.

O convênio a que Carlos Nunes se refere, no valor de R$ 7 milhões, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) no último dia 5 e se destina a assegurar as melhores condições de preparação para os Jogos do Rio à equipe masculina. A Seleção feminina também é apoiada com recursos de um convênio firmado em 2013, no valor de R$ 5 milhões.

Ricardo Leyser, ministro interino do Esporte (o ministro George Hilton está em Toronto para os Jogos Parapan-Americanos), que entregou o troféu à Seleção em Brasília, também comemorou o anúncio da Fiba. “A gente viu com muita felicidade. Estive reunido com o presidente e o secretário-geral da Fiba em Toronto, durante os Jogos Pan-Americanos, e conversamos sobre a importância de o time da casa ter vaga garantida para os Jogos do Rio”, recordou Leyser.

“Isso consolidaria a história do basquete no Brasil. A Seleção Brasileira masculina, depois de uma longa ausência, foi quinta nos Jogos de Londres-2012 e tenho certeza de que a equipe chegará com chances de pódio no Rio de Janeiro. Entretanto, mais importante do que uma medalha é a retomada do basquete brasileiro, que é bicampeão mundial e tem muita tradição”, declarou o ministro interino do Esporte.

O técnico da Seleção Brasileira masculina, Rubén Magnano, também se mostrou muito satisfeito com o anúncio da Fiba. “Fiquei muito feliz. Hoje de madrugada me mandaram um WhatsApp avisando que o basquete brasileiro está nos Jogos Olímpicos de 2016 e acho essa decisão algo muito importante”, contou o treinador, que, apesar disso, ressaltou que nada muda nos planos do time. “Nossa programação continua a mesma e nosso foco continua com a mesma intensidade. Estamos trabalhando para disputar a Copa América da melhor forma possível e estamos melhorando a cada jogo”, declarou.

Para o ala-armador Benite, um dos destaques do Brasil no Pan de Toronto, o anúncio da vaga e a vitória sobre a Argentina tornaram o Dia dos Pais ainda mais especial. Ele aproveitou para agradecer todo o apoio que o basquete tem recebido do Ministério do Esporte e do governo brasileiro na preparação para 2016.
“É bom ver que o governo está por trás, ajudando e tentando organizar e ajudar nos problemas. Para nós jogadores, que vivenciamos tudo isso é muito bom para nos dar condições de trabalho excelentes para continuar ganhando campeonatos e treinando bem”, disse o jogador.

Benite também falou sobre a importância do convênio firmado entre a CBB e o Ministério do Esporte no último dia 5. “Isso é muito importante, porque quando você entra em uma competição de alto nível, em que muitas equipes estão treinando e tendo tudo do melhor para jogar basquete com toda a tranquilidade, é bom saber que o Brasil pensa dessa forma também e está buscando essa estrutura para dar para a Seleção Brasileira. Então, a gente agradece por isso e vamos continuar muito focados”.

Luiz Roberto Magalhães – brasil2016.gov.br
Ascom - Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla