Ministério do Esporte Começa a ser erguida em Cuiabá a aldeia dos Jogos dos Povos Indígenas 2013
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Começa a ser erguida em Cuiabá a aldeia dos Jogos dos Povos Indígenas 2013

No estado do Mato Grosso, a região do Sucuri, denominada Jardim Botânico de Cuiabá, começa a virar território indígena. Para começar os trabalhos de construção da aldeia da 12ª edição dos Jogos dos Povos Indígenas, a Secretaria estadual de Esportes e Lazer (Seel) já concluiu a limpeza do terreno. "No local escolhido, em que plantamos uma muda de Ipê como forma de compromisso com a preservação da natureza, não retiramos uma árvore sequer e vamos fazer os jogos sem qualquer tipo de degradação", assegura o secretário de Esportes e Lazer, Ananias Filho.

Os espaços da infraestrutura da aldeia dos Jogos Indígenas também foram delimitados. Áreas de instalações como arena dos jogos, ocas da Sabedoria, Digital e da Literatura, alojamento das delegações, feira de artesanato, restaurante e banheiros, por exemplo, já foram demarcadas. A instalação elétrica foi iniciada, com a autorização concedida na quinta-feira (03.10) pela Rede, empresa de energia local.

A infraestrutura do maior evento intertribal do país será preparada com base na arquitetura indígena e com conceito sustentável. Para tanto, é aguardada para esta semana a chegada de aproximadamente 50 trabalhadores, entre eles obreiros indígenas, para dar início às edificações. "Usaremos matéria-prima reciclada, madeiras certificadas (de manejo) e palhas das palmeira de buriti e bacuri", informa Ananias Filho.

De acordo com o secretário, a realização dos Jogos Indígenas em Cuiabá será um marco muito importante. "É uma oportunidade para mostrar que os índios, além de cultura, têm muita experiência para trocar com a sociedade, principalmente no que se refere a proteção ambiental e alimentação", disse, ao citar a Feira de Sementes como um dos grandes atrativos do evento.

Ananias Filho destacou ainda o compromisso do Mato Grosso: "A empolgação do nosso governador, Silval Barbosa, com os Jogos Indígenas e a determinação de todas as secretarias estaduais para que o evento seja uma grande ação do governo são provas de que estamos comprometidos com o sucesso dos jogos".

Para o coordenador-geral de Política Esportiva Indígena do Ministério do Esporte, Rivelino Macuxi, o início das obras é um sinal de que o evento será muito bem organizado. "Estou muito esperançoso de que tudo se cumprirá com a exatidão dos prazos pré-determinados", afirma Rivelino, lembrando que o Ministério do Esporte liberou R$ 3 milhões para o evento.

Edição recordista
Os Jogos dos Povos Indígenas acontecem no período de 8 a 16 de novembro, no Jardim Botânico de Cuiabá. O evento esportivo e da cultura tradicional indígena terá este ano recorde de participação. São esperados 1.600 índios de 48 etnias nacionais, além de 32 lideranças indígenas representando 16 países. As lideranças internacionais participam do Caucus Indígenas, onde serão planejadas, entre outras ações, os Jogos Mundiais Indígenas de 2015.

Durante os 10 dias de jogos, os guerreiros-atletas estarão focados nas competições esportivas. São dez modalidades: canoagem, arco e flecha, cabo de força, arremesso de lança, corrida de 100 metros, corrida de fundo, corrida de tora, natação/travessia e futebol masculino e feminino. As atividades esportivas serão realizadas, a  cada dia, das 9h às 13h e após as 16h. A proposta é que seja apresentado, no inicio das atividades, um show cultural indígena e cuiabano, assim como ao fim do dia.

É na arena que o público visitante, moradores e estudantes poderão conferir de perto a demonstração de diversos esportes tradicionais, como ako, corrida de tora, jamparti, jawari, kargot, kaipy, katukaywa, ronkrã, tihimore, xikunahaty e zarabatana, além de lutas corporais.

Confira vídeo de lançamento da 12ª edição dos Jogos dos Povos Indígenas:



Carla Belizária
Foto: Francisco Medeiros
Ascom - Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla