Ministério do Esporte Ministro da Cidadania inaugura primeiro Centro de Iniciação ao Esporte do estado do Rio Grande do Sul
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministro da Cidadania inaugura primeiro Centro de Iniciação ao Esporte do estado do Rio Grande do Sul

Mauro Vieira/Ministério da CidadaniaMauro Vieira/Ministério da Cidadania

Um espaço para a construção da Cidadania por meio da prática esportiva. Foi assim que o ministro Osmar Terra definiu o novo Centro de Iniciação ao Esporte de Caxias do Sul, primeiro entregue pelo governo federal no Rio Grande do Sul. Terra participou da inauguração do CIE, nesta sexta-feira (05/04), acompanhado do prefeito da cidade, Daniel Guerra. Em uma área de 1.615 m² no bairro São Caetano, a unidade dispõe de um ginásio poliesportivo onde se pode praticar até 20 modalidades esportivas.

O ministro destacou que os CIEs cumprem um papel fundamental de democratização do acesso ao esporte, uma vez que oferecem oportunidades para o surgimento de novos talentos. Os atrativos ali reunidos também ajudam a afastar os jovens das drogas e do assédio do crime organizado. É a primeira etapa, segundo o ministro, de um novo projeto chamado Estação Cidadania, que vai integrar a prática esportiva, o acesso à cultura e disponibilizar serviços de assistência social para as comunidades mais pobres. "Nós temos milhares de jovens no Brasil que são classificados como ‘nem, nem’. Nem trabalham, nem estudam. Esses jovens sofrem de um desalento por não verem oportunidades de diversão ou trabalho. Vamos resgatar a cidadania dessas pessoas".

Morador do bairro, o estudante Victor Gobato, de 14 anos, conta que sua rotina era da escola para casa, sem ter o que fazer depois da aula. Muitos colegas ficavam pela rua e acabavam se envolvendo com drogas. "Agora eles vão ter esse espaço bonito e poder vir para cá. Muita gente aqui no bairro não tinha condições de praticar um esporte. Agora nós podemos", comemorou o jovem.

A quadra poliesportiva possui piso sintético flexível e anti-impacto, arquibancada para mais de 180 pessoas, tabela de basquete oficial com articulação hidráulica e rodas, espaços para enfermaria, sala de professores e técnicos, copa, academia de musculação, depósito, vestiários e estacionamentos - todos acessíveis para pessoas com deficiência. O local também possui sistema de aquecimento solar completo, com painéis na cobertura para esquentar a água utilizada nos vestiários.

Legado nacional 
Os CIEs constituem o maior projeto de legado nacional de infraestrutura esportiva dos Jogos Rio 2016 e têm o objetivo de identificar talentos, formar atletas e incentivar a prática esportiva em territórios de vulnerabilidade social, com instalações esportivas que seguem requisitos oficiais.

Serão construídas, ao todo, 130 unidades em 129 municípios de todas as regiões brasileiras. O investimento federal é da ordem de R$ 463,7 milhões. Em todo país, além da unidade de Caxias do Sul, outras 19 já foram inauguradas e mais 13 devem ser entregues ainda neste semestre.

O Rio Grande do Sul conta com sete contratos ativos, o que representa um investimento de R$ 24,5 milhões do governo federal. Estão contempladas as cidades de Canoas, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Uruguaiana e Viamão. A expectativa é de que duas unidades do estado sejam entregues até junho.

Cada CIE pode oferecer até 13 modalidades olímpicas (atletismo, basquete, boxe, handebol, judô, lutas, taekwondo, vôlei, esgrima, ginástica rítmica, badminton, levantamento de peso e tênis de mesa); seis paralímpicas (esgrima em cadeira de rodas, judô, halterofilismo, tênis de mesa, vôlei sentado e goalball) e uma não olímpica (futsal).

Ascom - Ministério da Cidadania

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla