Ministério do Esporte Brasil assina termo de cooperação com Bolívia e discute ampliação de parceria com Portugal durante Cúpula Ibero-Americana de Esporte
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasil assina termo de cooperação com Bolívia e discute ampliação de parceria com Portugal durante Cúpula Ibero-Americana de Esporte

Foto: Paulo Rossi/Ministério da CidadaniaFoto: Paulo Rossi/Ministério da Cidadania

 

A assinatura de um termo de cooperação com a Bolívia, a discussão de ações coordenadas de Brasil e Portugal no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e o planejamento de medidas educativas de combate à dopagem foram os principais resultados da participação brasileira no primeiro dia da Cúpula Ibero-Americana de Esporte, nesta quarta-feira (20.02), em Punta del Este, no Uruguai. O secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marco Aurélio Vieira, representa o Brasil na conferência, que marca a 25ª Assembleia do Conselho Ibero-Americano de Desporto (CID).

Pela primeira vez, todos os 22 países-membros, das três Américas, do Caribe e da Península Ibérica (Portugal e Espanha), estão presentes à reunião de cúpula, que contou na abertura com palestras sobre a Copa do Mundo da Rússia-2018 e a experiência de apoio aos esportes olímpicos e paralímpicos realizado por La Liga, entidade que reúne os clubes de futebol da Espanha e organiza o Campeonato Espanhol.

O secretário Marco Aurélio Vieira e o ministro do Esporte da Bolívia, Tito Rivera, aproveitaram intervalo da conferência para fazer reunião bilateral e assinar um Memorando de Cooperação Esportiva. O intercâmbio de treinadores dos dois países é uma das prioridades do acordo de parceria. “Colocamos à disposição do Brasil nosso centro de treinamento em Cochabamba, onde temos um trabalho de preparação especial em altitude”, disse o ministro Rivera, referindo-se aos 2.570 metros acima do nível do mar da cidade boliviana. Foto: Paulo Rossi/Ministério da CidadaniaFoto: Paulo Rossi/Ministério da Cidadania

Marco Aurélio Vieira também ofereceu a estrutura esportiva existente no Brasil. “Além dos Parques Olímpicos da Barra e de Deodoro, no Rio de Janeiro, temos CTs espalhados pelo país, como o Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, e o Centro de Formação Olímpica e Paralímpica (CFO), em Fortaleza. Será um prazer receber atletas e técnicos bolivianos”, afirmou o secretário.

Antes do ministro boliviano, Marco Aurélio Vieira se encontrou com representantes do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). A conversa com o presidente do IPDJ, Vitor Pataco, e com o diretor Jorge de Carvalho abriu vários campos de cooperação, levando em conta inclusive o papel de liderança de Brasil e Portugal no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

“Com base nos laços históricos que unem Brasil e Portugal, precisamos aprimorar nossa parceria esportiva, que tem um potencial bem maior do que temos realizado”, avaliou Marco Aurélio Vieira. Assuntos como esporte educacional, intercâmbio em modalidades de alto rendimento e a construção de um banco de dados com conteúdo esportivo dos países de língua portuguesa foram discutidos durante a reunião.

Os representantes de Brasil e Portugal também conversaram sobre conceitos de regulamentação dos esportes eletrônicos e sobre o planejamento das comemorações do bicentenário da independência do Brasil, em 2022. A ideia é realizar um encontro bilateral no mês de abril, provavelmente em Lisboa, reunindo o Ministério da Cidadania do Brasil e o Ministério da Educação de Portugal, responsável pelas pastas do Esporte e da Juventude. Foto: Paulo Rossi/Ministério da CidadaniaFoto: Paulo Rossi/Ministério da Cidadania

Vitor Pataco apresentou ao colega brasileiro um projeto iniciado em 2016 em Portugal, chamado de UAAR – Unidades de Apoio ao Alto Rendimento –, que une educação formal e treinamentos esportivos. O programa conta hoje com 16 escolas localizadas perto de centros de treinamento. Os estudantes-atletas têm à disposição infraestrutura esportiva e ferramentas tecnológicas de ensino a distância para assegurar uma rotina de treinos que não prejudique a formação escolar. “Esses atletas estão evoluindo esportivamente e, ao mesmo tempo, alcançando resultados escolares acima da média”, revelou o presidente do IPDJ.

Combate à dopagem
Ações de educação direcionadas a todos os atores da comunidade esportiva – atletas, familiares, treinadores e médicos – foram o tema da reunião do secretário Marco Aurélio Vieira com a diretora do Escritório para a América Latina da Agência Mundial Antidopagem (Wada), Maria José Pesce.

A Wada criou a plataforma ADeL – Antidoping e-Learning –, curso on-line para educar e capacitar o meio esportivo no trabalho de combate à dopagem. Maria José pediu apoio ao secretário, por meio da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), para disseminar o acesso à plataforma. Foto: Kleiber Beltrão/DivulgaçãoFoto: Kleiber Beltrão/Divulgação

“Precisamos chegar ao atleta, aos pais, aos treinadores e aos médicos. É muito importante que toda a comunidade esportiva tenha acesso a informação de qualidade e permaneça unida em defesa do jogo limpo”, defendeu a diretora da Wada. “Vamos trabalhar para fazer a tradução dessa ferramenta até 10 de abril, Dia do Jogo Limpo, e marcar o lançamento dessa ação de educação importantíssima no combate à dopagem”, disse Marco Aurélio Vieira.

Paulo Rossi - Ministério da Cidadania, de Punta del Este (Uruguai)

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla