Ministério do Esporte Diário Oficial lista sete novos contemplados no Bolsa Pódio
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Diário Oficial lista sete novos contemplados no Bolsa Pódio

O Diário Oficial da União desta segunda-feira, 31 de dezembro, trouxe a publicação da portaria número 380, que contempla sete novos atletas na lista da Bolsa Pódio, a categoria mais alta do programa Bolsa Atleta, do Ministério do Esporte.

» Confira a lista no Diário Oficial da União

Ao todo, são três atletas de modalidades olímpicas e quatro do atletismo paralímpico. Entre os olímpicos estão Fernanda Berti, do vôlei de praia, Jorge Zarif, da vela, e a triplista Nubia Aparecida Soares, que chegou em 2018 ao top 3 do ranking mundial de sua especialidade. 

Os quatro atletas paralímpicos fazem parte do atletismo. São eles Washington Assis, Vitor de Jesus, Yeltsin Jaques e o campeão paralímpico e mundial Petrúcio Ferreira, que foi homenageado em dezembro com o Prêmio Paralímpicos, do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

O Diário Oficial trouxe, ainda, extratos de termos de adesão (documento que assegura o pagamento de atletas previamente contemplados) de 267 integrantes do Bolsa Pódio, num valor de R$ 34,4 milhões com recursos do Orçamento de 2018, além de 5.648 beneficiários das categorias nacional, internacional, olímpica, paralímpica, estudantil e de base do Bolsa Atleta, num investimento de R$ 77 milhões, com base em recursos do orçamento geral da União de 2017.

O programa

O Bolsa Atleta é o maior programa de patrocínio individual de atletas no mundo. Desde a criação do programa, cerca de 26 mil atletas brasileiros foram apoiados. O valor destinado ultrapassa a marca de R$ 1,1 bilhão. Foram mais de 60 mil bolsas concedidas. Em 2018, foram 270 atletas na categoria Pódio, o que representa um investimento de R$ 34,9 milhões no ano.

A importância do Bolsa Atleta no rendimento dos atletas brasileiro pôde ser medida nos Jogos Rio 2016. Na edição olímpica, 77% dos 465 atletas convocados para defender o Brasil eram bolsistas. Das 19 medalhas conquistadas pelos brasileiros – a maior campanha da história –, apenas o ouro do futebol masculino não contou com bolsistas.

Já nos Jogos Paralímpicos, o Brasil teve a maior delegação da história, com 286 atletas, sendo 90,9% bolsistas. Foram 72 medalhas conquistadas, em 13 esportes diferentes: 14 ouros, 29 pratas e 29 bronzes, além de 99 finais disputadas. Todas as medalhas foram conquistadas por atletas que recebiam o apoio financeiro do Ministério do Esporte.

O Programa Bolsa Atleta contribuiu significativamente para o desempenho dos atletas brasileiros ao longo de 2018. A delegação brasileira nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba (Bolívia), em maio, tinha 234 atletas bolsistas (74% dos 316 presentes). Do total de 235 atletas que ganharam medalhas, 179 (76%) recebem a Bolsa Atleta. Nos Jogos Olímpicos da Juventude, disputados em outubro, 28 dos 79 atletas nacionais subiram ao pódio. Dos inscritos em modalidades olímpicas, 83% dos medalhistas recebiam a Bolsa Atleta

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla