Ministério do Esporte Ministério do Esporte e APFUT tratam de governança, programas sociais e operações de estádios nos EUA
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministério do Esporte e APFUT tratam de governança, programas sociais e operações de estádios nos EUA

Foto: Rafael Brais/MEFoto: Rafael Brais/ME

O Ministério do Esporte e a Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFUT) realizaram nesta quinta-feira (29.03), em Nova York (Estados Unidos, uma agenda conjunta com o objetivo aprofundar temas como governança em entidades esportivas, programas sociais, operação de estádios. O secretário Nacional do Futebol e Defesa dos Torcedores, André Argôlo, e o presidente da APFUT, Luiz Mello, visitaram as sedes da Major League Soccer (MLS) e da National Football League (NFL) e, mais cedo, conheceram detalhes da Red Bull Arena, em Nova Jersey.

A visita à Red Bull Arena, que fica em Harrison (Nova Jersey), foi conduzida pelo diretor de Construção, John Amorosa, e teve a presença da coordenadora sênior do escritório da Major League Soccer (MLS), Kristina Garrido. Argôlo e Mello conheceram toda a operação do estádio, como o acesso de torcedores, método de venda de ingressos, estacionamento em dias de jogos. Além disso, visitaram à área de imprensa, vestiários, lounges e gramado, que, inclusive, estava recebendo tratamento com iluminação artificial. A Red Bull Arena tem capacidade para 25 mil pessoas e, além das partidas do New York Red Bulls, sedia também jogos internacionais, shows e eventos.

John Amorosa apresentou também o sistema de segurança do estádio e a sala de comando e controle de onde são monitoradas as 75 câmeras espalhadas pelo local. Em dias de jogo, a sala vira uma espécie de quartel general, com a presença obrigatória para representantes das forças de segurança. “As câmeras possuem um zoom capaz que identificar qualquer torcedor nas arquibancadas e também utilizamos para monitorar todo o lado de fora do estádio”, explicou, mostrando com imagens como fica o sistema em operação em dias de jogos. Para o secretário Nacional do Futebol e Defesa dos Torcedores, André Argôlo, a boa operacionalização dos estádios é muito importante para o sucesso de qualquer evento. “A visita nos mostrou que é possível qualificar ainda mais o futebol com ações bem coordenadas em dias de jogo”, afirmou.

Fotos: Rafael Brais/MEFotos: Rafael Brais/ME

Em seguida, a agenda continuou com uma reunião na sede Major League Soccer (MLS). Durante o encontro, que teve a presença do vice-presidente executivo, William Ordower, e da chefe de Responsabilidade Social da Liga, JoAnn Neale, foram tratado assuntos como os programas sociais desenvolvidos pela MLS, o funcionamento da Liga, o envolvimento dos clubes, a política de transmissão via streaming, as regras de compliance e a estratégia de internacionalização da marca da MLS. A Liga de Futebol Norte-Americana possui vários programas concebidos após intensa pesquisa e que beneficiam jovens de várias idades, como o Soccer for Success, Kick Childhood Cancer, Greener Goal.

O secretário André Argôlo explicou sobre as ações do Ministério do Esporte e o recente lançamento do programa Seleções do Futuro, que vai atender jovens de 6 a 17 anos, em 2018, oferecendo futebol com a metodologia da CBF Social. Para Argôlo, a troca de experiências e o acesso a outras forma de fomento ao esporte é fundamental para enriquecer e colaborar com