Ministério do Esporte Ministério do Esporte se reúne com a Chapecoense para tratar sobre segurança na Arena Condá
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministério do Esporte se reúne com a Chapecoense para tratar sobre segurança na Arena Condá

A Coordenação-Geral de Governança, Gestão e Segurança em Eventos Esportivos (Coges), do Ministério do Esporte, esteve nesta segunda-feira (23.01) na Associação Chapecoense de Futebol, em Chapecó (Santa Catarina), para orientar o clube a como adequar seu estádio, a Arena Condá, às especificações de segurança estabelecidas pelo ministério. A visita técnica foi solicitada pelo time catarinense, que trabalha para adequar o local às exigências legais com vistas à realização de seus jogos pela Copa Libertadores da América e pelas demais competições que vai disputar.

O encontro não tratou somente da orientação sobre a questão do sistema de segurança na Arena Condá, mas abordou outro aspecto relevante que é a elaboração de laudos técnicos das partidas (eventos) conforme as especificações definidas pelo Ministério do Esporte.

O coordenador-geral da Coges, o coronel Aristeu Leonardo, prestou uma consultoria técnica sobre o sistema de segurança e a formatação dos laudos. Participaram da reunião os gerentes administrativo e de infraestrutura da Chapecoense, Carlos Porto de Almeida e Enrico Valdameri; o comandante do Batalhão dos Bombeiros Militar da cidade, tenente coronel Hilton Zeferino; o assessor jurídico do clube, Marcelo Zolet; o comandante do Segundo Batalhão de Polícia Militar (SC), tenente coronel Ricardo Alves da Silva; e o assessor especial do Ministério do Esporte, Marcello Martinelli.

Um dos responsáveis pela segurança dos eventos realizados na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, Aristeu também é ex-árbitro de futebol e pôde passar à Chapecoense sua experiência e vivência também dentro dos gramados.

Ao final do encontro - considerado por todos bem produtivo -, as autoridades e os representantes do clube foram até a Arena Condá a fim de conhecer as instalações do estádio.

Curso de avaliação de risco

O coronel Aristeu esteve também reunido com oficiais da Polícia Militar de Santa Catarina e do Corpo de Bombeiros para tratar do curso de avaliação de riscos em estádios, que vai ser implantado em breve pelo Ministério do Esporte em parceria com a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla