Ministério do Esporte Brasil garante uma final e seis medalhas de bronze no primeiro dia da Gymnasíade 2016
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasil garante uma final e seis medalhas de bronze no primeiro dia da Gymnasíade 2016

Foto: Érica Assano/ MEFoto: Érica Assano/ ME

No primeiro dia de competições do maior e mais importante evento esportivo escolar mundial, que esse ano acontece entre os dias 11 e 18 de julho, na cidade de Trabzon, na Turquia, o Brasil garantiu uma vaga na final, com pelo menos uma medalha de prata para o país, e seis medalhas de bronze, todas no caratê.

O evento, reúne milhares de atletas escolares e propicia aos jovens experiências de integração e diversidade cultural. Robert Marques foi o primeiro a garantir uma medalha para o Brasil. "Estar aqui é uma experiência única e estou aproveitando e dando o meu máximo por minha equipe. Estou muito feliz com o resultado. O mais legal é poder estar aqui", celebra o atleta.

Secretário Leandro Fróes (esq.) ao lado do técnico Júnior Santos. (Foto: Érica Asano/ME)Secretário Leandro Fróes (esq.) ao lado do técnico Júnior Santos. (Foto: Érica Asano/ME)Para o secretário Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Leandro Fróes, o primeiro dia do evento foi muito vitorioso para o Brasil. “A delegação brasileira de caratê se destacou e amanhã vamos para as finais com um brasileiro. Acredito que será uma grande participação do país na Gymnasíade 2016. Não só com a conquista de medalhas, mas com alegria, solidariedade e integração cultural e esportiva”.

Para o coordenador da equipe de caratê masculino, Júnior Santos, o apoio da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) e do Ministério do Esporte é fundamental para propiciar aos jovens essa oportunidade de aprendizado. "Quero agradecer ao Ministério do Esporte e à Confederação Brasileira de Desporto Escolar por esse evento maravilhoso, bem organizado. É bom que a gente possa aprender sobre novas culturas. Além de poder ensinar às crianças a importância de perder e ganhar, que lá na frente esse aprendizado será a grande vitória".

O Brasil é representado por uma delegação de quase 230 alunos-atletas das redes públicas e privadas de educação, entre 14 e 17 anos. Jovens de 40 países vão competir na 16ª Gymnasíade em 11 modalidades: atletismo, ginástica aeróbica e rítmica, judô, caratê, natação e xadrez, além de esgrima, luta livre, tiro com arco e tênis, que foram incluídas no calendário da competição neste ano.

Érica Asano, da Turquia

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla