Ministério do Esporte Com a Lei de Incentivo, Osasco Futebol Clube valoriza jovens e busca talentos
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Com a Lei de Incentivo, Osasco Futebol Clube valoriza jovens e busca talentos

Descobrir talentos no futebol por meio da formação de atletas e equipes. Esse é o objetivo do"Águia Alvinegra", em Osasco, que recebeu, nesta sexta-feira (12.04), a visita do ministro do Esporte, Aldo Rebelo. O  projeto conta com recursos da Lei de Incentivo ao Esporte e proporcionará a 90 atletas das categorias de base do clube, entre 14 e 20 anos, alimentação,  moradia, estudo, uniforme, assistência médica e odontológica, além de acompanhamento psicológico. Ao todo, R$ 1,9 milhão foi captado para a iniciativa.

Durante a visita, o ministro do Esporte conheceu as instalações do local, como vestiários, sala de musculação, piscina, gramado, rouparia, campo de futebol de areia.

Para ele, independentemente dos títulos alcançados pelo Osasco, o projeto tem outras missões. "O maior título é proteger esses jovens e dar alojamento, alimentação, assistência psicológica e estrutura necessária para desenvolver e formar o cidadão", disse. "O que me deixa mais orgulhoso é saber que os recursos públicos foram bem empregados e que esses garotos estão felizes, assim como suas famílias", concluiu.

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas, destacou a estrutura do local e o trabalho realizado pelo projeto. "Temos um grande trabalho desenvolvido aqui e queremos, cada vez mais, promover o esporte", afirmou.

Incentivo
Sancionada em 2006 e regulamentada no ano seguinte, a Lei de Incentivo ao Esporte permite que empresas e pessoas físicas invistam parte do que pagariam de Imposto de Renda em projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte.

As empresas podem destinar até 1% do valor e ainda acumular com investimentos proporcionados por outras leis de incentivo, como a Lei Rouanet. Já as pessoas físicas investem até 6%, porém estão impedidas de acumular com outras deduções.

De 2007 a 2012 a Lei de Incentivo ao Esporte captou mais de R$ 860 milhões para 1.356 projetos por todo o Brasil.

Confira a reportagem em áudio:

 


Rafael Brais
Foto: Glauber Queiroz
Ascom - Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no
Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla