Ministério do Esporte Projeto da Lei de Incentivo em Volta Redonda (RJ) ensina prática do rúgbi a 300 crianças
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Projeto da Lei de Incentivo em Volta Redonda (RJ) ensina prática do rúgbi a 300 crianças

Foto: DivulgaçãoFoto: DivulgaçãoCom apoio do Ministério do Esporte e recursos da Lei de Incentivo (LIE), o Instituto Dagaz está ensinando a 300 crianças carentes de escolas públicas do bairro de Volta Grande, em Volta Redonda (RJ), a prática do rúgbi, o esporte que mais cresceu no Brasil nos últimos anos. 
 
Para a presidente do Instituto Dagaz, Marinez Fernandes, os recursos hoje estão concentrados em sua maioria nas capitais e em grandes clubes. “Quando uma associação do porte da nossa, com sede no interior, entra para disputar verbas no mercado com grandes potências esportivas fica órfão. Se não houvesse o mecanismo da isenção fiscal por meio da Lei de Incentivo, essa disputa ficaria impossível”, disse. 
 
Segundo Marinez Fernandes, a Lei de Incentivo ao Esporte permite a ida ao mercado com projetos que passam por uma avaliação técnica e criteriosa realizada pelos técnicos da pasta, dando condições de se disputar recursos e investidores em igualdade de condições. “Nossa meta é implantar mais quatro novos polos no sul do estado e dobrar o atendimento em 2015”, ressaltou.
 
O rúgbi tem como princípios o ataque e a defesa não de forma isolada, mas em conjunto, pois busca a força e a motivação nos companheiros para conquistar novos horizontes. A modalidade é diferente e a aptidão física, talento, biotipo e outros fatores se relacionam da melhor forma possível, em que todos são bem-vindos.
 
O Instituto Dagaz atua em projetos culturais, esportivos e educacionais gratuitos há quatro anos, na área periférica de Volta Redonda, região com alta vulnerabilidade social onde se concentram 12% da população do município.  Os novos jogadores de rúgbi dividem o campo de treinamento com os peladeiros de fim de semana e moradores do bairro. Na região metropolitana do Rio de Janeiro, o instituto firmou uma parceria com as Secretarias de Esporte dos municípios de Japeri e Seropédica, que cederam os campos para as escolas de futebol.
 
 
Cleide Passos
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla