Ministério do Esporte Programa Segundo Tempo/Forças no Esporte vai dobrar o número de estudantes beneficiados até 2018
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Programa Segundo Tempo/Forças no Esporte vai dobrar o número de estudantes beneficiados até 2018

Por orientação da presidenta Dilma Rousseff, o ministro do Esporte, George Hilton, reuniu-se nesta terça-feira (10.02) com o ministro da Defesa, Jacques Wagner, para fortalecer a parceria firmada entre as duas pastas por meio do Segundo Tempo/Forças no Esporte (Profesp). A meta é ampliar o programa, que atualmente beneficia 15 mil estudantes, para 20 mil em 2016 e 30 mil em 2018. Além dos dois ministros, o encontro contou com a participação de Carlos Geraldo Santana, que será nomeado nos próximos dias como secretário Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social.
 
“Eu me prontifico a estimular as parcerias junto às prefeituras locais para apoiarem a iniciativa dos dois ministérios e, com isso, caminhar para a ampliação, nos próximos quatro anos, para 30 mil beneficiados em todos os estados brasileiros”, afirmou George Hilton.
 
O Segundo Tempo oferece, nas Organizações Militares (OMs), atividades esportivas, no contraturno escolar, a crianças e jovens em situação de risco social, prioritariamente da rede pública, por meio da mesma proposta pedagógica de capacitação e acompanhamento do programa padrão.



O projeto, iniciado em 2003, tem comprovada experiência de articulações com diversos setores onde está sendo executada, tendo consolidado parcerias com prefeituras, governos estaduais e municipais, universidades, juizados da criança e adolescência, e Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, responsável pela alimentação dos estudantes beneficiados.

Com atividades esportivas mantidas com recursos do Ministério do Esporte, esse trabalho torna-se cada vez mais relevante pela disponibilização, por parte do Ministério da Defesa, de serviços médicos, odontológicos, assistência social e infraestrutura adequada aos alunos do programa. Além desses serviços, o Profesp conta com recursos humanos diferenciados, como coordenadores e monitores das três Forças (Marinha, Exército e Aeronáutica), professores de educação física (pagos pelo ME), cozinheiro, dentista, médico e nutricionista.

No ano passado, foram atendidos 15 mil crianças e jovens em 144 núcleos das organizações militares, contemplando 67 municípios de 25 estados brasileiros.

Nova parceria
Os dois ministérios pretendem ainda implantar até 2016 o Programa Forças do Esporte – Navegar, que vai oferecer atividades náuticas, como vela e remo, para crianças e jovens em unidades da Marinha do Brasil.
 
Cleide Passos
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla