Ministério do Esporte Passeio cultural ao universo do faz de conta agita rotina de estudantes do Segundo Tempo
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Passeio cultural ao universo do faz de conta agita rotina de estudantes do Segundo Tempo

Crianças se encantam com o passeio cultural (Foto: Divulgação)Crianças se encantam com o passeio cultural (Foto: Divulgação)O Segundo Tempo, além de esporte de inclusão de crianças em vulnerabilidade social, também é cultura. Até o mês de setembro, cerca de mil estudantes do programa do Ministério do Esporte moradores de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, terão a oportunidade de fazer um passeio cultural ao projeto Tirando de Letra, do Serviço Social do Comércio (Sesc). Um grupo de 180 alunos dos núcleos da Vila Albertina e Presidente Dutra foi o primeiro a conferir a exposição interativa sobre a obra da escritora e ilustradora ítalo-brasileira, Eva Furnari, autora do livro de histórias a Bruxinha Atrapalhada.

Considerado em 1982 o melhor livro sem texto pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, a fábula da bruxinha simpática e desastrada continua fazendo muito sucesso. Em cada estória, a autora cria situações divertidas, surpreendentes, em que a bruxinha, nem sempre bem-sucedida, transforma com sua varinha mágica uma torneira em guarda-chuva, um elefante em um canhão ou um pássaro em tesoura.

Foi o que aconteceu durante a visita dos alunos do programa na sexta-feira (25).  Para incrementar a viagem dos alunos ao universo das traquinagens da bruxinha, a exposição ofereceu recursos cenográficos, tecnológicos e elementos lúdicos.  Na sala do laboratório da personagem, com um simples manuseio da varinha mágica entravam em ação efeitos visuais como o cair da chuva e da neve. Em outra, o laboratório de fotografias, as crianças tiraram fotos – e as levaram de lembrança - que saiam com efeitos desfigurados na imagem.


Na oportunidade, os estudantes do PST participaram de sessão de contos de estórias, assistiram animações e fizeram oficinas de pintura e bordado na tela. A estudante Nina de Oliveira, de 5 anos, de tão entusiasmada  quase não dormiu a noite, após o passeio. “Adorei a Bruxinhas Zuzú, fiz desenhos, assisti ao teatro da história de Santos Dummont, bordei e ainda fiz mágica com varinha de condão”, contou.

O passeio foi acompanhado pelas coordenadoras PST Fernanda Nascimento e da coordenadora pedagógica Elisangela Silva. “As crianças tão inocentes que, ao verem pequenas porções de cabelo dentro do cubo de ensaio, elas acreditaram que a bruxa também pegou o cabelo delas e os colocou ali”, comentou, aos risos, Fernanda Nascimento

Carla Belizária
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla