Ministério do Esporte Chefe de Gabinete da Snelis participa do lançamento de selo em comemoração aos 50 anos do estádio Batistão, em Aracaju
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Chefe de Gabinete da Snelis participa do lançamento de selo em comemoração aos 50 anos do estádio Batistão, em Aracaju

O chefe de Gabinete da Secretaria Nacional, Educação, Lazer e Inclusão Social, Sidney Cavalcante, participou da solenidade de lançamento de um selo em comemoração aos 50 anos do Estádio Batistão, nesta terça-feira (18.06), no Palácio-Museu Olímpio Campos, em Aracaju. A cerimônia fez parte da abertura oficial do roteiro de comemoração.

De acordo com Sidney Cavalcante, foi um momento marcante. “Como cidadão sergipano, é gratificante participar de uma ocasião como essa”, disse, ao destacar a afirmação da superintendente da Esportes da Secretaria de Estado da educação, Mariana Dantas.  “Comemorar os 50 anos do estádio é um pleito de pessoas que me mandavam e-mails e mensagens perguntando quando isso seria feito. O lançamento desse selo comemorativo é forma de eternizar esse momento. Daqui a cinquenta anos os colecionadores lembrarão essa data”, ressaltou Mariana.

Para a superintendente, o lançamento do selo é o pontapé inicial de uma programação que deve se estender até julho de 2020. “Faremos uma campanha de arrecadação de acervo do Batistão, para que possamos fazer uma exposição itinerante em museus, universidades e locais públicos. No dia 9 de julho, haverá uma missa em comemoração aos 50 anos do estádio e um jogo com crianças de nossas Escolas de Esporte. Na noite do mesmo dia, faremos uma homenagem a cronistas esportivos e a jogadores que participaram do primeiro jogo realizado no Batistão.”

Dentre os presentes na cerimônia, estava o autor de um dos gols da seleção sergipana em 1969, Antônio Oliveira. Ele é um dos oito sergipanos da partida ainda vivos. Aos 76 anos, Oliveira relembrou com carinho aquela última partida como jogador. “É gratificante relembrar esse tempo bom, uma época em que éramos jovens e tínhamos disposição para jogar futebol. Joguei de tudo, e aquela foi a minha última partida como jogador”, disse o ex-centroavante.

Nathália Fernandes – Ministério da Cidadania

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla