Ministério do Esporte UFF e UFMG desenvolvem Projeto Esporte e Cidadania no estado do Rio de Janeiro
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

UFF e UFMG desenvolvem Projeto Esporte e Cidadania no estado do Rio de Janeiro

Em parceria com a Secretaria Nacional do Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) realiza junto à Universidade Federal Fluminense (UFF) o primeiro módulo do Projeto Esporte e Cidadania, por meio do qual o programa busca proporcionar oportunidades esportivas aos jovens. Essa fase inicial segue até dia 5 de maio na cidade do Rio de Janeiro.

O propósito do Esporte e Cidadania é tratar do desenvolvimento das parcerias com olhares pedagógico e técnico do processo de execução, a partir de reflexão dos profissionais envolvidos e uma análise da política pública nas realidades implementadas e na vida dos beneficiados.

Um total de 39 profissionais estão envolvidos no módulo inicial com participação de 231 alunos divididos por turmas envolvendo as cidades de Nova Iguaçu, Volta Redonda, Niterói e ainda a Região dos Lagos. O projeto já havia sido realizado na região metropolitana do Rio de Janeiro e ainda nos municípios de Miracema. Porciúncula, Itaocara, São Fidelis, Friburgo, Laje, Campos, Italva, Campos dos Goytacazes, Cantagalo, Cordeiro e Trajano de Moraes.

O Diretor do Departamento de Desenvolvimento e Acompanhamento de Políticas e Programas Intersetoriais de Esporte, Lazer, Educação e Inclusão Social (Dedap), Ângelo Roger Costa, informou que é "importante dimensionar os resultados e impactos dos programas e projetos, possibilitando consolidar estratégias assertivas de democratização das práticas esportivas formais e informais". A Dedap se encarrega por desenvolver a parte pedagógica dos programas e ações executadas pela Snelis.

A Universidade Federal Fluminense é quem executa o Projeto, além de ser responsável pela disponibilização do espaço, alimentação e infraestrutura. As universidades federais de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, por sua vez, são as entidades incumbidas pelo processo de formação, metodologia e disponibilização dos formadores, sendo professores, mestres e doutores.

O Projeto Esporte e Cidadania foi lançado em 2017 com o objetivo democratizar o acesso ao esporte a crianças, adolescentes e jovens, na faixa etária de 6 a 21 anos, que se encontram em situação de vulnerabilidade social e/ou que cumprem medidas socioeducativa nas Unidades de Internação e/ou de Semiliberdade. Até o momento, o projeto já alcançou 15.600 beneficiados em 50 municípios no estado Rio de Janeiro. 

Nathália Fernandes
Ascom – Ministério da Cidadania  

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla