Ministério do Esporte Futsal e vôlei voltam para o Brasil com medalhas dos Jogos Escolares Sul-Americanos de Arequipa
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE

 
Conheça os principais programas e ações da Secretaria Especial do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações:  (61) 3217-1875E-mail:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Futsal e vôlei voltam para o Brasil com medalhas dos Jogos Escolares Sul-Americanos de Arequipa

No último dia de competição dos Jogos Escolares Sul-Americanos 2018, realizados na cidade de Arequipa, no Peru, o futsal brasileiro se despediu com uma medalha de ouro e outra de prata. O ouro foi conquistado pela equipe masculina do Colégio Recriarte, de Camboriú (SC), bicampeã brasileira e tetracampeã dos Jogos Escolares de Santa Catarina. O time, escolhido para representar o Brasil na competição, derrotou a equipe do Paraguai na decisão por um placar de 3 x 1.

As equipes brasileiras masculina e feminina de futsal com as medalhas conquistadas no Sul-Americano Escolar de Arequipa. Foto: Rafael Brais/ME As equipes brasileiras masculina e feminina de futsal com as medalhas conquistadas no Sul-Americano Escolar de Arequipa. Foto: Rafael Brais/ME

Apesar do placar não ter sido elástico, os meninos do Brasil dominaram o jogo desde o começo e só não venceram por uma goleada por falta de pontaria e, também, pela bom desempenho do goleiro paraguaio.

Para o técnico da equipe brasileira, Gilvan Meireles, o resultado foi justo por tudo que o grupo apresentou durante a competição e, principalmente, na última partida. “Os meninos fizeram por merecer. Estavam muito focados desde o primeiro jogo, muito concentrados na competição. Em nenhum momento deixaram que as coisas extras-quadra, como um pouquinho de erro da arbitragem, afetasse a concentração deles”, elogiou.

No jogo que antecedeu a final masculina, a equipe feminina brasileira foi derrotada pelas meninas do Paraguai, que elas já haviam vencido na quarta-feira (5.12) ainda na fase de classificação. As meninas do Brasil apresentaram um desempenho abaixo do que mostraram durante a competição e a partida terminou com a vitória das paraguaias por 4 x 1, o que garantiu o ouro para as rivais. O Brasil foi representado pelo Colégio Rogacionista de Criciúma, também de Santa Catarina.

Vôlei

No vôlei, o Brasil terminou os Jogos Sul-americanos Escolares com uma prata e um bronze.

O time feminino de vôlei do Brasil, medalhista no Sul-Americano Escolar de Arequipa. Foto: Rafael Brais/MEO time feminino de vôlei do Brasil, medalhista no Sul-Americano Escolar de Arequipa. Foto: Rafael Brais/ME

No masculino, o time brasileiro foi derrotado pela Bolívia na final por 3 sets a 0 em jogo realizado nesta sexta-feira (7.12). Já as meninas venceram o Paraguai por 3 x 0 na quinta-feira (6.12) e garantiram o terceiro lugar para o Brasil. As partidas do vôlei foram realizadas no Coliseu de Arequipa.

Para o técnico do selecionado masculino do Brasil nos Jogos, Wagner Marschner, o objetivo traçado para a competição foi alcançado. “Cumprimos nosso papel, o papel do esporte escolar, o papel da educação, do incentivo do esporte ao jovem. Não é uma questão de alto rendimento ou de desempenho das funções do jogo mas, acima de tudo, das experiências que o esporte pode proporcionar”, afirmou o treinador.

De Arequipa, no Peru: Rafael Brais Castro e Clóvis Souza
Ministério do Esporte

 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla