Ministério do Esporte Brasil terá 12 atletas no Campeonato Mundial de Esgrima 2018 na China
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Brasil terá 12 atletas no Campeonato Mundial de Esgrima 2018 na China

A cidade de Wuxi, na China, vai receber os melhores esgrimistas do planeta durante o Campeonato Mundial de Esgrima 2018, entre os dias 19 e 27 de julho. O Time Brasil será representado por 12 atletas, que irão competir na espada (masculina e feminina), no sabre (masculino e feminino) e no florete (masculino e feminino).

Garantindo grande visibilidade aos atletas, o Campeonato Mundial é o evento mais importante da temporada. É a competição que oferece o maior número de pontos para o ranking internacional. Em 2018, as disputas não irão distribuir pontos para corrida olímpica. Já a edição do próximo ano garantirá pontuação expressiva para os esgrimistas que desejam disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Delegação brasileira conta com 12 atletas. Foto: Divulgação/COBDelegação brasileira conta com 12 atletas. Foto: Divulgação/COB

Na China, a equipe conta com Nathalie Moelhausen (espada feminina), Alexandre Camargo (espada masculina), Ana Beatriz Bulcão (florete feminino individual e equipe), Gabriela Cecchini (florete feminino individual e equipe), Milena Chies (florete feminino individual e equipe), Henrique Marques (florete masculino individual e equipe), Guilherme Toldo (florete masculino individual e equipe), Heitor Shimbo (florete masculino individual e equipe), Julien Baneux (florete masculino individual e equipe), Karina Trois (sabre feminino), Giulia Gasparin (sabre feminino) e William Zeytounlian (sabre masculino).

O jovem gaúcho Guilherme Toldo, 25 anos, é o principal nome da esgrima brasileira no Mundial da China. Ele terminou os Jogos Olímpicos do Rio 2016 em oitavo lugar no florete. Para a competição mais esperada pelos melhores atletas do mundo, Toldo revela que fez uma preparação exclusiva, na busca de evolução técnica.

“É uma competição que merece uma atenção especial. A minha preparação foi pensada para garantir um bom resultado e para ganhar mais confiança neste ciclo olímpico de Tóquio 2020. Vou dar meus 150% em cada disputa. Estou bem seguro, porque fiz uma preparação específica, percebi uma evolução na parte técnica. Isso é um amadurecimento. Fico contente”, disse Guilherme Toldo.

O gaúcho espera que o Mundial seja um ponto de virada na temporada 2018. Com um primeiro semestre irregular, oscilando entre bons resultados e outros abaixo do esperado, a competição na China será a oportunidade para começar o ciclo de Tóquio 2020 com o pé direito.

“Quero apresentar a minha melhor esgrima. A minha expectativa é de que fique entre os 30 ou 20 melhores do mundo. Treinei exclusivamente para o mundial no último mês, analisando como poderia jogar, para o melhor desempenho durante o jogo na prova que é o meu alvo do segundo semestre”, conta Toldo.

Ana Beatriz Bulcão, 24 anos, vai representar o país no florete feminino, individual e equipes. Neste ano, a paulista passou quatro meses fora do país, treinando na Itália, no Frascati Scherma (renomado clube italiano na arte da esgrima), mesmo de Guilherme Toldo, e disputando as etapas de copas do mundo e outras competições internacionais.

“A Itália é um país forte na esgrima, como outras nações da Europa. Os italianos treinam nos clubes e não em centros de treinamentos fechados, como em outros países. Treinar na Itália acaba saindo mais barato do que ir para outros países, além do ganho técnico”, revela a atleta do Clube Pinheiros.

Bia integra a seleção brasileira desde 2010. Ela representou o país em duas edições de Jogos Pan-Americanos (2015, em Toronto, e 2011, em Guadalajara) e disputou os Jogos Olímpicos Rio 2016.

China 2018

O Campeonato Mundial de Esgrima 2018 será disputado no Ginásio Wuxi Sports Center Indoor Stadium. Entre os dias 19 e 21 serão disputadas as fases classificatórias individuais. As finais serão jogadas nos dias 22, 23 e 24. Já os jogos por equipes serão entre 24 e 27 de julho. Serão distribuídas 12 medalhas de ouros, sendo seis individuais e seis por equipes.

Breno Barros

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla