Ministério do Esporte Estudantes brasileiros disputam Gymnasiade 2018 em Marrocos
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Estudantes brasileiros disputam Gymnasiade 2018 em Marrocos

O Brasil disputa, até o dia 9 de maio, a Gymnasiade 2018 no Marrocos. A delegação nacional conta com 278 integrantes, entre atletas, técnicos e dirigentes do esporte escolar. A maior competição escolar do mundo é disputada por jovens com idade entre 15 e 18 anos simultaneamente nas cidades de Casablanca e Marrakesh.

O time brasileiro é o atual campeão geral da competição. O título foi conquistado em 2016, na cidade de Trabzon, na Turquia. Na oportunidade, o Brasil conquistou 128 medalhas, sendo 57 de ouro, 32 de prata e 39 de bronze. A Turquia terminou na segunda colocação geral, seguida pela França.

Brasil conta com maior delegação na edição de Marrocos. Foto: Divulgação/CBDEBrasil conta com maior delegação na edição de Marrocos. Foto: Divulgação/CBDE

O evento, promovido pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF), é disputado pela primeira vez no continente Africano. A cerimônia de abertura da 17º edição será celebrada nesta quinta-feira (03), com o desfile dos países.

No Brasil, a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) é a entidade responsável pela delegação nacional na Gymnasiade. A competição reúne mais de 4 mil atletas de 51 países, com disputas de 17 modalidades esportivas.

Na cidade de Marrakesh, os atletas disputam as provas de atletismo, boxe, ciclismo (mountain bike e corrida de rua), esgrima, ginásticas olímpica, rítmica e aeróbica, golfe, judô, karatê, luta olímpica, natação, petanca, (uma espécie de bocha), surf, tênis, taekwondo, tênis e xadrez. Em Casablanca, capital econômica de Marrocos, serão disputadas as provas de natação e surfe.

Um dos técnicos da equipe de ginástica aeróbica, Ramiro Lima, que acompanhou as equipes brasileiras na última Gymnasiade, analisou a delegação nacional nesta edição do evento.

“Na Turquia, o campeonato foi bem atípico devido aos conflitos no país que fizeram com que muitos atletas desistissem da viagem, inclusive, alguns países não participaram. Agora, voltaremos num cenário totalmente diferente. Este ano vamos ter um público muito grande, a Rússia já está confirmada, o Peru, a Espanha, então será uma competição com um nível bem forte. Estamos com uma equipe completa e acreditamos que teremos um resultado muito melhor do que em 2016”, disse Ramiro.

Fonte: Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) 

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla