Ministério do Esporte Crianças do Forças no Esporte participam de atividades durante o Mundial Militar de Vôlei de praia
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Crianças do Forças no Esporte participam de atividades durante o Mundial Militar de Vôlei de praia

Oitenta crianças e adolescentes que participam do Programa Forças no Esporte (Profesp) e do Projeto Viva Vôlei marcaram presença no 2º Campeonato Mundial Militar de Vôlei de Praia, no Centro de Capacitação Física do Exército (CCFEx), no Rio de Janeiro.

Foto: Ministério da DefesaFoto: Ministério da Defesa

Os jovens assistiram aos jogos, tiveram palestra com a atleta Talita Antunes e participaram de clínica nas quadras de vôlei de praia do CCFEx. A ação foi organizada em parceria entre a Federação Internacional de Vôlei (FIVB), a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e o Conselho Internacional de Esportes Militares (CISM).

Foto: Ministério da DefesaFoto: Ministério da DefesaO Forças No Esporte é desenvolvido em parceria pelos ministérios da Defesa, do Esporte e do Desenvolvimento Social. O projeto está presente em 93 municípios de todos estados e do Distrito Federal e envolve 175 organizações militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea do Brasil. O programa beneficia mais de 20 mil crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, com idades entre seis e 18 anos, regularmente inscritos no sistema de ensino público.

No Rio de Janeiro, o programa funciona em dois locais: no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR/RJ), em Bonsucesso, perto de uma das maiores favelas da América Latina, no Complexo da Maré, e no 11º Grupo de Artilharia de Campanha, na Vila Militar, onde atendem os participantes em forma multidisciplinar. No CPOR-RJ são atendidos 200 alunos divididos em dois núcleos: um de 80 crianças, no turno da manhã, e 120 na parte da tarde, nos contraturnos escolares.

Fonte: Ministério da Defesa 

 
Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla