Ministério do Esporte Jovens mesatenistas têm a oportunidade de enfrentar atleta olímpica nos Jogos Escolares em Curitiba
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Jovens mesatenistas têm a oportunidade de enfrentar atleta olímpica nos Jogos Escolares em Curitiba

Foi só a mesatenista Lígia Silva pegar na raquete para que uma fila se formasse no Centro de Convivência dos Jogos Escolares, em Curitiba. Com três experiências olímpicas na bagagem e cinco Jogos Pan-Americanos na carreira, a jogadora, nascida em Manaus, mostrou à nova geração do esporte brasileiro a força da família do tênis de mesa. Jovens de todo o país aproveitaram para trocar bolas com a atleta olímpica, além de trocar informações e pegar dicas para melhorar a técnica no jogo.

Lígia troca bola com a meninada: É sempre muito especial conviver com a nova geração. Foto: Breno Barros/rededoesoprte.gov.brLígia troca bola com a meninada: É sempre muito especial conviver com a nova geração. Foto: Breno Barros/rededoesoprte.gov.br

"O tênis de mesa é um esporte muito família. Os atletas não podem ver uma mesa que logo já forma uma fila. Eles têm poucas oportunidades de ver os atletas da seleção atuando, pois eles estão sempre disputando o Circuito Mundial. É sempre muito especial conviver com a nova geração. Estou tentando ao máximo ter esse contato e passar a minha experiência para eles", disse Lígia.

Lígia Silva participou dos Jogos Olímpicos de Sidney 2000, Atenas 2004 e Londres 2012. A manauara representou também o Brasil nos Jogos Pan-Americanos em cinco edições, de Winnipeg-1999 até Toronto-2015.

Experiência única

O brasiliense João Vitor de Almeida, 14 anos, não perdeu a oportunidade de duelar contra uma atleta com a experiência de Lígia. "Para quem sempre se espelhou nela, ter a oportunidade de jogar contra é um privilégio. Os Jogos são uma forma bem legal de incentivar a prática esportiva no país. Estou adorando", analisou.

Pedro Vitor não escondeu a felicidade em dividir a mesa com a atleta olímpica. O jovem de Caxias, no Maranhão disputa pela primeira vez os Jogos Escolares. "Eu sempre quis jogar com uma atleta olímpica assim. O mais importante, eu consegui ganhar dela", brincou Pedro.

Montado no ginásio do Tarumã, o Centro de Convivência garante aos jovens acesso a uma programação recreativa especial. Os estudantes podem ver a exposição de medalhas, troféus, Tocha Olímpica, além de experimentação de esportes.

» Leia mais notícias sobre os Jogos Escolares no rededoesporte.gov.br
 

O espaço conta com lan house, biblioteca, exposição de medalhas, troféus, Tocha Olímpica e uniformes do Time Brasil, uma atração interativa denominada "Formando campeões", clínica de dança, um painel interativo de LED, estandes da Agência Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) com ações sobre o jogo limpo, da ONU mulher, da Rede Globo, e um espaço com mesas de totó e uma mesa de tênis de mesa.

"Os jovens experimentarão novos esportes, participarão de desafios no palco como quiz sobre os nossos Embaixadores, sobre sustentabilidade, sobre os Jogos Olímpicos, assistirão apresentações culturais e folclóricas, terão a oportunidade de interagir com atletas olímpicos e pan-americanos de destaque internacional", explicou a gerente de atividades complementares dos Jogos Escolares da Juventude, Paula Hernandez.

Centro de convivência montado no Ginásio do Tarumã, em Curitiba. Foto: Washington Alves/COBCentro de convivência montado no Ginásio do Tarumã, em Curitiba. Foto: Washington Alves/COB

A programação inclui também duas clínicas esportivas, de modalidades que não estão entre os 13 esportes que compõem o cronograma dos Jogos Escolares da Juventude. Entre os dias 11 a 15 de setembro, os jovens conhecerão mais sobre o basquete 3 x 3, e entre os dias 16 e 20, a esgrima. Sempre com o apoio de profissionais e ex-atletas indicados pelas próprias confederações esportivas.

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Grupo Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio da Estácio, da Prefeitura de Curitiba e do Governo do Estado do Paraná.

De Curitiba, Breno Barros – Rededoesporte.gov.br

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla