Ministério do Esporte Ministério do Esporte divulga a lista de competições válidas para a Bolsa Atleta 2016
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Ministério do Esporte divulga a lista de competições válidas para a Bolsa Atleta 2016

O Ministério do Esporte divulga a lista de competições nacionais e internacionais indicadas pelas entidades esportivas que contarão como critérios para solicitação da Bolsa Atleta. Quando as inscrições forem abertas, os desportistas devem indicar de quais torneios da lista eles participaram e o resultado obtido. Os campeonatos são referentes ao ano de 2015 e valem para o pagamento do patrocínio neste ano.

» Confira a lista de competições (Arquivo PDF - 7,01 MB)

“São todos os eventos realizados em 2015, indicados pelas entidades esportivas e que são válidos para o pleito de 2016 para a Bolsa Atleta”, explica Mosiah Rodrigues, coordenador do Programa no Ministério do Esporte. “O atleta precisa participar de no mínimo um dos eventos listados e ter obtido resultado válido para pleitear o benefício”, completa.

O programa

Ao longo da última década, a política implementada pelo Ministério do Esporte concedeu mais de 43 mil bolsas para cerca de 17 mil atletas brasileiros (existem atletas que recebem a bolsa desde o primeiro ano do programa), com investimentos que ultrapassam R$ 600 milhões. É o maior programa de patrocínio esportivo individual e direto do mundo.

Somente em 2015, o número de contemplados alcança 6.131 atletas de modalidades olímpicas e paralímpicas, num investimento da ordem de R$ 81,3milhões. O programa contemplou, ainda, 1.001 atletas de modalidades não-olímpicas/paraolímpicas, num patrocínio que alcança a marca de R$ 17,8 milhões.

No primeiro ano do programa, foram contemplados 975 atletas, com investimento de R$ 13,2 milhões. O crescimento é resultado do aprimoramento da Bolsa Atleta e da consolidação da iniciativa como política de Estado. O programa passa por avaliação contínua e aperfeiçoamento constante visando a atender satisfatoriamente aos interessados e aos objetivos do esporte no país.

O programa tem atualmente seis categorias de bolsas:
 
•    Atleta de Base (R$ 370,00)
•    Estudantil (R$ 370,00)
•    Nacional (R$ 925,00)
•    Internacional (R$ 1.850,00)
•    Olímpico/Paraolímpico (R$ 3.100,00)
•    Pódio (R$ 5 mil a R$ 15 mil)
 
São patrocinados pelo programa atletas que tenham obtido bons resultados em competições nacionais e internacionais de suas modalidades, independentemente de sua condição econômica. O atleta contemplado recebe, no ano, o equivalente a 12 parcelas do valor definido na categoria.

Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla