Ministério do Esporte Rede Nacional de Atletismo
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Rede Nacional de Atletismo

Arena Caixa abriga treinamentos e competições de atletismo desde 2014Arena Caixa abriga treinamentos e competições de atletismo desde 2014

O Ministério do Esporte está estruturando em todo o país uma Rede Nacional de Treinamento de Atletismo, que contará com dois centros nacionais: a Arena Caixa - Centro de Treinamento de Atletismo Oswaldo Terra, em São Bernardo do Campo (SP) – e; o Centro Nacional de Treinamento de Atletismo (CNTA), em Cascavel (PR); além de mais 47 pistas oficiais, em todas as regiões. Os investimentos totalizam R$ 375,2 milhões do Governo Federal.

CTs

Com pista nível 1, certificada pela IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo, na sigla em inglês), e quase 30 mil m² de área construída, a Arena Caixa se consagra como uma importante base para a modalidade no país.

Inaugurada em 2014, a instalação está entre os mais modernos centros de treinamento da América Latina e recebe, atualmente, 80 atletas de alto rendimento, além de 150 jovens de escolinhas e de categorias de base. A arquibancada comporta até 1,5 mil pessoas e há, ainda, áreas para a imprensa. Em outro prédio, de três andares, ficam áreas de aquecimento e salas de apoio.

O complexo é resultado de uma parceria entre o município e o Ministério do Esporte. Somente na obra e equipagem, foram investidos um total de R$ 32,5 milhões, com R$ 19,5 milhões de recursos federais. Além da parceria, a Caixa Econômica Federal, patrocinadora da modalidade, fornece materiais e ajuda no custeio aos atletas que treinam no local.

O Centro Nacional de Treinamento de Atletismo em Cascavel (PR) é resultado da parceria do Ministério com o governo do Paraná. As obras foram iniciadas em maio de 2015, com previsão de término no primeiro quadrimestre de 2016. Orçado em R$ 18,7 milhões, sendo R$ 15 milhões de recursos federais, o complexo terá uma área de 7,95 mil m².

Projeção do CT de Cascavel (PR)Projeção do CT de Cascavel (PR)

Nacionalização

O Brasil registra atualmente o mais importante movimento para a estruturação do atletismo da história nacional. Entre as medidas estão a construção e a recuperação de 47 pistas oficiais da modalidade, com padrões olímpicos, em 39 cidades.
Os projetos receberam investimentos da ordem de R$ 301,8 milhões do Ministério do Esporte. A capilaridade da iniciativa é resultado da parceria do governo federal com governos estaduais, prefeituras, universidades, Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e clubes.

Até maio de 2016, um total de 18 pistas já havia sido entregue. As demais estão em diferentes estágios de construção: diversas com obras adiantadas ou em fase de conclusão, outras com projeto de engenharia sendo finalizados e outras passando por licitação.

Em geral, as pistas podem abrigar provas de corrida, saltos (em altura, distância e triplo), arremesso de peso e lançamentos de dardo, martelo e disco. As estruturas, projetadas para obterem certificações da IAAF, podem abrigar treinamento e competições de alto rendimento, como atender às comunidades locais com praticas de iniciação esportiva.

» Confira a lista de instalações concluídas:

Arena Caixa - São Bernardo do Campo (SP)
Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
Universidade Federal de Goiás (UFG)
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Universidade Federal do Piauí (UFPI)
Universidade Federal do Tocantins (UFTO)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Universidade da Força Aérea - Rio de Janeiro (RJ)
Universidade de São Paulo (USP)
CETE - Porto Alegre (RS)
Centro Esportivo Santos Dumont – Recife (PE)
Vila Olímpica - Maringá (PR)
Centro de Capacitação Física do Exército - Rio de Janeiro (RJ)
Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes - Rio de Janeiro (RJ)
Estádio Zerão - Macapá (AP)

Pistas de Atletismo

Gestão

Por meio de uma parceria com a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), o Ministério está investindo R$ 26 milhões na implantação e manutenção de oito centros locais de treinamento em diferentes regiões do país, além da gestão de dois centros regionais e de dois centros nacionais. A expectativa é beneficiar cerca de 500 atletas, sendo 320 nos centros locais, 80 nos regionais e 100 nos nacionais. Estes recursos são específicos para a gestão das estruturas abaixo, que podem ainda ter recebido verba para construção e equipagem:

Centros Locais:
•    Universidade de Fortaleza – Fortaleza (CE)
•    Vila Olímpica de Manaus, Manaus (AM)
•    Universidade Federal do Piauí, Teresina (PI)
•    Fundação de Esportes de Campo Mourão, Campo Mourão (PR)
•    Associação Sorrisense de Atletismo, Sorriso (MT)
•    Sociedade de Ginástica de Porto Alegre - Sogipa, Porto Alegre (RS)
•    Associação Corville de Atletismo – Joinvile (SC)
•    Associação Funilense de Atletismo – Orcampi – Campinas (SP)

Centros Regionais:
•    Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal (RN)
•    Associação Acadêmica de Esportas/Liga de Esportes de Universidade Federal de Lavras - Cria Lavras, Lavras (MG)

Centros Nacionais:
•    Centro Nacional de Atletismo de São Paulo: Centro Olímpico de
Treinamento e Pesquisa, São Paulo (SP)
•    Centro Nacional de Atletismo do Rio de Janeiro: Pista de Atletismo do
Centro de Desportos da Aeronáutica do Rio de Janeiro.

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla