Ministério do Esporte Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de 3,8 mil jovens de todo o país
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens e áudios mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875 E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Jogos Escolares da Juventude reúnem mais de 3,8 mil jovens de todo o país

 

REPÓRTER: A cidade de João Pessoa sedia, até o dia 29 de setembro, os Jogos Escolares da Juventude, o maior evento estudantil esportivo do país. O evento é a porta de entrada para a categoria estudantil do Bolsa Atleta, programa de incentivo do Ministério do Esporte.

Ao todo, são três mil 850 competidores, com idade entre 12 e 14 anos, de todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal, de uma delegação de João Pessoa e outra da Argentina. As competições abrangem 13 modalidades esportivas: atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, lutas, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei.

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, participou da cerimônia de abertura, que aconteceu nesta terça-feira (20), no Ginásio da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Para o ministro, os Jogos Escolares da Juventude são um momento de visibilidade para o esporte brasileiro.

SONORA: Leonardo Picciani, ministro do Esporte

“Esse evento acontece em um momento muito especial para o esporte brasileiro, em que terminamos de sediar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos com extraordinário sucesso. O maior legado das Olimpíadas, sem dúvida nenhuma, é fazer com que o esporte seja enxergado, por cada um dos gestores públicos e pela iniciativa privada, como uma política pública fundamental e de primeira grandeza”.

REPÓRTER: Além das competições, o encontro esportivo oferece inúmeros eventos paralelos, como programas socioeducativos e culturais, que têm como objetivo aproximar os jovens da cultura regional e dos valores olímpicos. Na opinião de Picciani, o esporte é um agente transformador e de inclusão social.

SONORA: Leonardo Picciani, ministro do Esporte

"Que o esporte possa ser uma importante ferramenta, ao lado da educação, para transformar a vida das pessoas. Transformar para melhor, sendo capaz de incluir e de promover um futuro para cada brasileiro e brasileira".

REPÓRTER: A judoca Sarah Menezes, medalhista de ouro na Olimpíada de Londres, em 2012, também participou da abertura dos Jogos Escolares da Juventude, ao lado de Vanderlei Cordeiro de Lima, bronze nas Olimpíadas de Atenas-2004 e o único latino-americano premiado com a medalha Pierre de Coubertin, maior condecoração de cunho humanitário-esportivo concedida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Para inspirar os jovens atletas, Vanderlei foi convidado a acender a Pira dos Jogos Escolares.

Reportagem, Raphael Costa. Colaborou João Paulo Machado, de João Pessoa

Foto: Francisco Medeiros - ME

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla