Ministério do Esporte Esgrimista do Programa Descoberta do Talento Esportivo na reta final para disputar o Pan -2007
Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte

 
Conheça os principais programas e ações do Ministério do Esporte.
Videorreportagens, textos e fotos mostram como os projetos são colocados em prática e os resultados alcançados em todo o país.

Informações: (61) 3217-1875E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

                          

Esgrimista do Programa Descoberta do Talento Esportivo na reta final para disputar o Pan -2007

Potencial identificado no Descoberta do Talento Esportivo, programa do Ministério do Esporte, a esgrimista Cléia Guilhon, 18, está prestes a realizar o maior sonho de sua vida: conquistar uma vaga na seleção brasileira e representar o Brasil nos jogos Pan-americanos. A atleta brasiliense participa do Torneio Nacional, de 10 a 13 de maio, no Rio de Janeiro, que vai selecionar oito melhores da modalidade entre 500 esgrimistas de todo o país. Ao participarem do torneio com suas espadas, floretes e no sabris, os oito melhores esgrimistas do país disputam também no Rio de Janeiro, dia 24 de maio, outra competição. Nela será definido quem ocupará uma das duas vagas disponíveis na seleção brasileira de esgrima. Para o Evandro Oliveira, treinador mestre d?armas, do Núcleo de Esgrima do Ministério do Esporte, a atleta Cléia Guilhon tem todas as qualidades de uma atleta de ponta. Antes mesmo de participar da pré-seletiva, Cléia já estava entre as oito melhores atletas da esgrima do país na categoria adulto. Segundo Oliveira, para chegar a esse nível técnico, ela deveria ter no mínimo cinco anos de treinamentos, fato este que não ocorreu, porque ela superou todos as expectativas. "Em apenas um ano e três meses de treinos a competidora se superou adquirindo o título de segunda melhor do Brasil na categoria juvenil", informa. Assim como Cleia Guilhon mais de 110 mil possíveis futuros atletas do Brasil, com idades entre 13 e 17 anos participaram da Descoberta do Talento Esportivo. Na ação do Ministério do Esporte são identificados talentos esportivos de jovens por meio de meio de testes físicos. Os exames vão desde aferição de peso e altura, a avaliação da impulsão, flexibilidade, envergadura, velocidade, arremesso de peso, alto horizontal, corrida de 20 metros e resistência geral. Cléia e mais 8.400 jovens selecionados foram incluídos no Banco de Talentos. Nele, além do nome foram tiveram disponibilizados pelo Ministério do Esporte, o desempenho indicado para a modalidade correspondente ao seu perfil. Os jovens apresentam potencial para modalidades como o atletismo (saltos e velocidade, lançamentos e velocidade, meio-fundo e fundo), basquete, handebol, vôlei, entre outras. teve o nome incluído no Banco de Talentos. Ao acessar www.esporte.gov.br e clicar no link Descoberta do Talento esportivo, empresas, clubes, federações e confederações interessadas em investir nos atletas disponibilizados, irão fazer um cadastro e depois receber uma senha via e-mail para ter acesso aos futuros esportistas em potencial. Garimpagem esportiva Cléia Guilhon é a primeira atleta negra a praticar esgrima no Brasil. Ela teve seu biótipo comparado às qualidades necessárias para a prática desse esporte - como a altura, a envergadura e velocidade. Ao ser escolhida com outras 20 garotas de Brasília ela foi aprovada na peneira no Núcleo de Esporte de Base de Esgrima, programa do Ministério do Esporte. O núcleo funciona na Associação Atlética do Banco de Brasília (AABR), onde treina com quatro outras atletas e é coordenado pelo técnico da esgrimista. Filha de pais separados, Cleia mora com a mãe que produz salgados para festas sob encomenda. A pequena casa onde mora no Cruzeiro Velho possui três cômodos e foi cedida por uma tia com quem as famílias dividem o mesmo endereço. Na casa de Cléia a renda familiar não ultrapassa dois salários mínimos. "Minha maior felicidade é representar o Brasil no Pan alcançar pré-requisitos para pleitear a Bolsa Atleta", revela a jovem ao fazer planos para o futuro, onde também estão incluídos cursar faculdade de Educação Física. De acordo com o secretário Nacional de Alto Rendimento, André Arantes, investir no potencial esportivo dos jovens significa aumentar o legado de atletas e dar qualidade ao esporte de base. "Esses são os objetivos do Programa Descoberta do Talento Esportivo. Ao propiciar a oportunidade de inserção, garantimos o desenvolvimento e o aprimoramento de jovens com talentos potenciais para o esporte", esclarece. Breno Barros Ascom - Ministério do Esporte

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla