Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para a busca 3 Ir para o rodapé 4 Página Inicial Mapa do Site Ouvidoria Acessibilidade MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE ACESSIBILIDADE
Ministério do
Esporte
O Segundo Tempo tem por objetivo democratizar o acesso à prática e à cultura do Esporte de forma a promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida,
prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.

Informações: (61) 3217-9470 E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Associações Comunitárias viram núcleo do Segundo Tempo em Osasco

Quase tudo pronto para mil estudantes da rede pública de Osasco (SP) começarem o ano letivo com o pé direito. São alunos de nove bairros carentes que, a partir do dia 14 de fevereiro, serão beneficiados pelo Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. A Federação das Associações Comunitárias de São Paulo (Facesp), parceira do programa, cedeu a infra-estrutura de 10 centros comunitários para serem transformados em núcleos de atendimento. A ação é respaldada pela prefeitura municipal de Osasco, que já disponibilizou espaços públicos - como quadras e ginásios - para a prática esportiva. Cada centro comunitário passa a atender 100 crianças dos ensinos fundamental e médio, no período oposto ao que estudam. Nessas unidades, eles terão reforço escolar e alimentar oferecido pelo Ministério do Esporte. Cada unidade também poderá desenvolver atividades próprias, com apoio da comunidade. Nos espaços cedidos pela prefeitura local, além de capoeira e xadrez, as crianças poderão praticar vôlei, futebol de campo, basquete, handebol e futsal. O Ministério do Esporte ainda assegura uniforme e material esportivo. Segundo Agnelo Queiroz, uma das grandes vitórias do Segundo Tempo é a interatividade com a comunidade e a participação dos pais dentro do ambiente escolar. "Todos são atores dessa mudança. Com o programa, os pais e a instituição escolar estão ficando cada vez mais próximos e, com isso, cada problema identificado é solucionado mais rápido", explicou o ministro. Além de Osasco, a parceria com a Facesp atende a estudantes carentes de mais três cidades do interior paulista: Campinas, Mauá e Americana. Ao todo, serão cerca de 12,5 mil crianças que passarão a contar, logo nos primeiros dias de aula, com o programa do governo federal de inclusão social por meio do esporte. O uso do esporte para manter crianças longe da violência é ressaltado pela diretora da Facesp, Zorilda Maria dos Santos. "Quando todas as crianças estiverem na escola e praticando esporte, não teremos mais necessidade de construir e manter casas de recuperação como a Febem ou penitenciárias no País. Não queremos nossas crianças nos faróis da vida, mas, sim, nas quadras e campos queimando energia", disse. Segundo o prefeito de Osasco, Emidio de Souza, a meta é garantir que a juventude de Osasco tenha um local seguro para aprender e se divertir. "A garotada terá um espaço para brincar, que não é o meio da rua, dividindo lugar com os carros: é participando da inclusão social por meio do esporte, que somente o Programa Segundo Tempo consegue promover", elogiou. Os núcleos que integram o programa Segundo Tempo em Osasco são: Centro Comunitário Nossa Senhora Aparecida (Jd. Canaã), Pólo Cultural Abaeté (Jardim Aliança), Estrela Futebol Clube (Jardim Novo Osasco), Ideal Futebol Clube (Jardim Padroeira II), Associação de Mães (Jardim Veloso), Centro Comunitário São Vitor (Jardim São Vitor), Associação Esportiva Pop Futebol Clube (Jardim das Flores), Comissão Comunitária XV de Novembro (Jardim Novo Osasco), Associação de Moradores Raio de Luz (Jardim Padroeira II) e Clube Recreativo dos Funcionários da CPTM (Presidente Altino). Carla Belizária
{audio}{/audio}

Desenvolvido com o CMS de código aberto Joomla